Eau du Soir,
eterno feminino
Alguns aromas ficam na nossa memória para sempre. O perfume das flores brancas nos jardins do Alcázar ao cair da noite esteve sempre presente nas memórias de Isabelle d’Ornano.

Uma recordação de infância que Hubert d’Ornano viria a usar como inspiração para um perfume icónico. Uma declaração de amor, um elixir precioso cujo segredo foi partilhado apenas com Isabelle durante muito tempo, antes de ser revelado ao mundo inteiro em 1990. Desde então, Eau du Soir impôs-se como uma referência intemporal. A da última grande fragrância com um acorde de chipre da perfumaria.
Podemos esquecer o nome, os traços ou a história de uma mulher, mas se nos lembramos do seu perfume é porque essa mulher com que nos cruzamos, que amamos ou desejamos usava Eau du Soir.
—Hubert d’Ornano
Uma fragrância com um acorde de chipre
floral e sumptuosa
Eau du Soir 100 ml

La gamme Eau du Soir

Un tourbillon fleuri chypré

Fragrância feminina - um turbilhão floral chipre

Volume: 100 ml

O frasco emblemático
Para realçar este perfume de grande riqueza olfativa, Isabelle e Hubert d’Ornano recorreram ao escultor polaco Bronislaw Krzysztof, que criou a emblemática tampa do frasco de Eau du Soir: uma estrela com um rosto de mulher, misteriosa e radiante, completa e serena…
Um bouquet fascinante
Um bouquet floral, com toques verdes, envolvido por uma elegante assinatura de chipre. Fascinante, este perfume destaca a silindra, uma flor branca que perfuma os jardins do Alcázar. Sob o arrebatamento pleno do sol, onde a tangerina ladeia a toranja, as essências de rosa e de jasmim criam uma simetria ousada. Um coração floral intenso, onde brilha o ylang-ylang, sublimado pelo lírio. No fundo, o âmbar e o patchuli selam a união com uma sensualidade requintada.
Backstage
Eau du Soir
Edição Limitada 2019
Ousada e vibrante de energia, a edição limitada “Dripping Fantasy” é uma ode à vida, à cor e à arte contemporânea!